Redescobrir o mundo rural

quarta-feira, dezembro 28, 2005

Budapeste é incomparável!

Budapeste (vista panorâmica)


Praça dos Heróis


Ponte das Correntes

Bastião dos Pescadores e Igreja do Rei Matias

Parlamento da Hungria (Budapeste)
Lago Balaton

Budapeste é de uma beleza incomparável

Na continuação da viagem da Áustria para a Hungria passámos pelo Lago Balaton, o maior lago da Europa Central, com 600 Km2 de área.
Quando entrámos na região rural no norte da Hungria, com as suas típicas aldeias nas encostas da montanha, cercadas de vinhas, percebemos como vivem uma vida simples.
A Hungria entrou recentemente na União Europeia e ainda mantém a mesma moeda, o Florim.
Budapeste estende-se ao longo do rio Danúbio que divide as duas cidades: Buda e Peste.
Ao contemplar a cidade, temos a sensação de tratar-se de uma construção de milénios, no entanto, em vários momentos da sua história esta cidade foi destruída: sofreu grandes perdas com uma inundação do rio em 1838, esteve dominada no século XVI pelos turcos, vítima das devastações da 2ª Guerra Mundial, conseguiu reconstruir-se uma, outra e outra vez.
No seu conjunto os inúmeros e belíssimos edifícios históricos que se distribuem pela cidade representam diversos estilos desde romântico, gótico, renascentista, barroco, …
(as aulas de Património revelaram-se importantes para reconhecer alguns destes), em que se destacam: o Parlamento, considerado o maior e mais luxuoso da Europa; a Ponte das Correntes; a Ponte da Liberdade, em cima de cada um dos seus pilares repousa um pássaro, Turul, da mitologia tribal; o Bastião dos Pescadores e a Igreja do rei Matias construído na colina do Castelo que dá magníficas perspectivas sobre o Danúbio, Peste e o Parlamento; o Monte Géllert e o monumento da Liberdade e a Cidadela, onde também existe um Bunker usado na guerra pelos alemães. Conta-se que antigamente era o local onde se reuniam as bruxas, aliás, foi um rei húngaro o primeiro na Europa a proibir que se queimassem as bruxas; a Praça dos Heróis, construída em 1896 para comemorar o primeiro milénio da fundação da nação. O arcanjo Gabriel erigido no topo da coluna sustenta na mão a coroa que, segundo a lenda, terá vindo em sonhos oferecer ao primeiro rei húngaro, István (Santo Estêvão).À volta da coluna estão as estátuas dos sete chefes tribais húngaros que conquistaram a pátria e o imperador Árpád; a Opera; o Castelo Real; a Grande Sinagoga; a Academia das Ciências da Hungria…


Simplesmente inesquecível!

9 Comments:

At 8:41 da manhã, Blogger Desambientado said...

Obrigado pela partilha.
Apetece sair de casa e ir-vos fazer companhia.
Eva. Darias uma boa guia turística, é evidente que já tinhas andado a treinar nos trilhos.

Votos de Boas entradas em 2006 para vocês.

 
At 4:10 da tarde, Blogger Fátima Silva said...

Simplesmente supremo. Fiquei fascinada pelas fotografias e pela descrição que fazes dos lugares. Obrigada por nos fazeres viajar também um pouco. Desejo-vos a continuação de uma boa viagem e uma exemplar passagem de ano.
Beijs.

 
At 10:57 da manhã, Blogger José Aurélio Almeida said...

Olá!
Que continue a correr bem a viagem e que 2006 seja fantástico!

 
At 9:49 da tarde, Blogger Ana Isabel Godinho said...

Já estou cheia de vontade (e de inveja) de fazer uma viagem! Budapeste é espectacular! Merecias...qualquer dia também vou...

Bom ano

Ana Isabel

 
At 2:17 da manhã, Blogger nelson said...

Ui que inveja ;-) e bom ano novo!

 
At 10:04 da tarde, Blogger vidal said...

Professor Nelson
Ora viva! É com todo o gosto que o encontro no meu blog e quero agradecer-lhe, desde já, as emoções que conseguiu "cultivar" em nós através desta "ferramenta" fantástica que, aliás, se tornou um dos meus maiores "pecados".
Acerca da minha última viagem só poderei dizer que foi inesquecível e recomendo-a a quem deseja emoções fortes e/ou acaba uma pós-graduação em E.A.
Desejo um Próspero 2006, repleto de amor, compreensão, saúde e muitos projectos e que o Anjo da Paz vos abrigue o ano inteiro.

 
At 9:08 da manhã, Blogger Desambientado said...

Que bonita está a ficar a poesia comunirária. No momento em que perdi o blog!!(Não consigo aceder de lado nenhum), estava assim:

1ºverso- Para salvar o Planeta

2ºverso- Há que alterar atitudes,

3º verso(José Aurélio)-Não nos basta a caneta,

4ºverso(Luzia Rodrigues)- A apregoar mil virtudes.


É preciso também um bocado de união

Cuidado com tudo o que vive!

Que não nos falhe a comunicação! (Ruth Iara)


Nem desejar um cometa,

Na esfera do talvez,

No domínio da ilusão.

Basta voltar à razão,

Com mistura de emoção,

Ser tudo e não ser nada,

Ter vontade de mudar,


Pensar relações diferentes,

Num desafio sem precedentes (Eva Vidal)

 
At 11:46 da manhã, Blogger Desambientado said...

Afinal voltou tudo ao normal.

 
At 11:06 da tarde, Blogger Luzia Cordeiro Rodrigues * luzia.blog@gmail.com* said...

Um dia também vou pra Budapeste e pra onde me apetecer.
Por enquanto, limito-me a fazer turismo cá dentro.

 

Enviar um comentário

<< Home