Redescobrir o mundo rural

quarta-feira, junho 28, 2006

Visita de Estudo à Gê-Questa

A Gê-Questa foi legalmente constituída como Associação de Defesa do Ambiente, em 3 de Junho de 1994. Tem a sua sede no Forte Grande de São Mateus, a cerca de 5 Km de Angra do Heroísmo.


Fomos ao encontro desta Associação para ficarmos a conhecer melhor o seu papel, a sua vocação. Descobrimos que para além de continuar a ser essencial a sensibilização e a Educação Ambiental em parceria com outras instituições como as escolas, o Serviço de Promoção Ambiental, as Autarquias, e não deixando de ser contestatária sobre algumas situações actuais, encontrou presentemente novos caminhos de intervenção e participação.

E foi com imenso entusiasmo que aceitámos envolver-nos nesta acção concreta sobre o Mar.

O seu anterior Presidente, Victor Medina, afirmou um dia que “a tendência é de nos começarmos a situar em relação ao mar, por empirismo, por inspiração, questão racional, mas também pela nossa situação geográfica como ilhéus. Pela sede da Gê-Questa ser em cima do mar e numa comunidade piscatória, percebeu-se que a breve trecho seria inevitável ter opiniões sobre o mar e sobre o mar sabemos pouquíssimo como ambientalistas, como Associação e como ilhéus…”

O propósito desta Visita de Estudo à Gê-Questa foi que, de alguma forma, significasse um contributo possível capaz de promover a responsabilidade e a intervenção consciente na relação com os ambientes intermareais, num processo de aprendizagem e respeito pelos ambientes costeiro e marinho.














A visita ao Centro de Estudos do Mar e ao Núcleo Museológico do Mar e a posterior recolha de espécies nas Poças de Maré da Zona Balnear do Negrito representa um potencial educativo e pedagógico fantástico em que se aproveita para sensibilizar e, simultaneamente, despertar a consciência ambiental. Fazendo os alunos pensarem, sentirem e agirem, procura-se promover a Educação Ambiental para a mudança de comportamentos não apenas pela simples assimilação de conhecimentos, mas da sua apropriação, numa perspectiva criativa e construtiva, pela observação, exploração sensorial, incentivando-se a responsabilidade, protegendo o que temos HOJE para usufruirmos AMANHÃ.

Pedimos a colaboração desta Associação de Defesa do Ambiente, para nos ajudarem a intervir e a criar nos alunos a necessidade de relacionar o mar com o ambiente, suscitando-lhes a sua intervenção activa ao assumirem, para o próximo ano lectivo, a manutenção de um aquário, na Escola do Raminho, com espécies naturais dos Açores.










Agradecemos ao Filipe e ao seu colega Nuno que nos proporcionaram este dia magnífico de descobertas.

Visite o blog:
http://ge-questa.blogspot.com/



5 Comments:

At 10:04 da manhã, Blogger Clara Costa said...

Concordo com a professora que disse, por outras palavras, que esta visita á Gê-questa foi muito divertida e essencial ao ensino sobre as espécies marínhas.
Eu fiquei muito entusiasmada, não só por tanto ter aprendido, mas também por ter sido entrevistada pela RTP AÇORES.
Gostei imenso da parte em que o Filipe nos ensinou a sinalética dos trilhos pedestres da ilha Terceira.
Com um beijinho da sua aluna,
Maria Clara

 
At 10:20 da manhã, Anonymous carlasofiacota said...

Eu gostei muito de ver os aquários, porque vi peixes muito lindos.
Adorei apanhar peixes.

 
At 11:42 da tarde, Blogger vidal said...

Minha doce Clara

Foi um dia em cheio!
A visita foi um sucesso.
Realmente vocês, meus queridos alunos, são mesmo muito especiais: curiosos, motivados, sensíveis, aprendem tantas coisas e eu estou muito contente convosco.
E até tiveram um prémio que eu e o Filipe encomendámos. Lá estavam os golfinhos que avistámos no mar do Negrito.

 
At 11:51 da tarde, Blogger vidal said...

Carla

Nas Poças de Maré também vivem muitos peixinhos e plantas. Todos são importantes para a vida no mar.
Os peixes pequenos são trazidos com a maré e também camarões, estrelas-do-mar, ouriços, caranguejos, búzios,...
Para o ano vais ajudar a cuidar do nosso aquário.
Beijinhos

 
At 7:54 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 

Enviar um comentário

<< Home